Quarta, 28 de Maio de 2014.
CFESS defende a equidade no SUS em audiência pública no Supremo Tribunal Federal
Conselho Federal, CRESS-RS e Frente da Saúde participam de debate em Brasília
Carregando...

Imagem da audiência pública no STFCFESS compareceu à audiência pública no STF (foto: Felipe Sampaio/SCO/STF)

 

A área da saúde é uma das que mais abriga profissionais do serviço social no Brasil. Para além desse dado, o Conjunto CFESS-CRESS tem em sua agenda política a luta por uma saúde pública, universal e de qualidade, na direção do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Foi nesse contexto que o CFESS marcou presença na audiência pública convocada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, para ouvir depoimentos de entidades e especialistas sobre a chamada “diferença de classe” em internações hospitalares pelo SUS. O evento ocorreu nesta segunda-feira, 26. 

 

O CFESS foi representado pela conselheira Solange Moreira, acompanhada do presidente do CRESS-RS, Alberto Terres, e do vice-presidente, Agnaldo Knevitz. Também a Frente contra a Privatização da Saúde, da qual o Conselho Federal é integrante, esteve presente ao debate.

 

Para quem não sabe do que se trata, a questão trata de um recurso interposto pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS), para tentar garantir que pessoas usuárias dos serviços do SUS possam ter acesso a uma acomodação melhor, bem como escolher profissionais da saúde de sua preferência, pagando uma diferença para isso.

 

Contrariamente a essa possibilidade, o Conjunto CFESS-CRESS, a Frente da Saúde e o Conselho Nacional de Saúde (CNS) defendem uma política de saúde baseada nos princípios da universalidade, da equidade, da ampliação dos mecanismos de gestão e de controle social. “Esse mecanismo proposto discrimina e se opõe ao que prega a Constituição Federal, que determina o direito à saúde para todos e todas”, avalia a conselheira do CFESS Solange Moreira. Ela acrescenta que a Frente contra a Privatização da Saúde entregou uma carta aberta aos/às ministros/as do STF, para expressar posição contrária à chamada "diferença de classe" e em defesa do SUS (clique aqui para acessar o documento).

 

A audiência teve a participação também do Conselho Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde, da Procuradoria Geral da República (PGR) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), dentre outros. Ainda não há previsão de data para julgamento da questão no STF, porém o ministro relator, Dias Toffoli,  informou que o próximo passo na tramitação do processo será a reunião dos elementos colhidos na audiência e o encaminhamento dos autos à PGR, para emissão de parecer após os debates. O ministro acrescentou que iniciará a análise do processo tão logo o receba da PGR, para posteriormente levá-lo a Plenário.

 

Clique e leia a Carta Aberta aos Ministros do Supremo

 

Com informações da Secretaria de Comunicação Social do STF

 

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS

Gestão Tecendo na luta a manhã desejada - 2014/2017
Comissão de Comunicação
Diogo Adjuto - JP/DF 7823
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br

Quem somos
Autarquia pública federal que tem a atribuição de orientar, disciplinar, normatizar, fiscalizar e defender o exercício profissional do/a assistente social no Brasil, em conjunto com os Conselhos Regionais de Serviço Social (Cress).
Cadastre-se
E receba por e-mail nosso CFESS Informa, informativo eletrônico com as principais notícias sobre o Serviço Social brasileiro
Conecte-se
O CFESS também esta nas redes sociais
Endereço
Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
SCS Quadra 2 Bloco C Ed. Serra Dourada - Salas 312/318
CEP: 70300-902 - Brasília - DF
Tel: (61) 3223-1652
Tel: (61) 3223-2420
Funcionamento: de segunda a sexta de 12h às 18h. Dúvidas e sugestões pelo Fale Conosco.