Acessibilidade       A+  A-          Botão libras  Botão Voz          
O que você procura?
Dia do/a Assistente Social

Anualmente, o Conjunto CFESS-CRESS realiza a campanha do Dia do/a Assistente Social, celebrado em 15 de maio, que tem como objetivo dar visibilidade à profissão e suas bandeiras de luta. 

 

O tema das comemorações sempre é definido no ano anterior à data, durante o Encontro Nacional CFESS-CRESS. A partir da escolha do tema, o CFESS elabora a arte, com acompanhamento e aprovação dos CRESS e Seccionais de Base, e produz todo o tipo de material de divulgação: cartazes, banners, cartões postais, adesivos, marcadores de páginas, outdoors, busdoor, vídeo e spot para rádio. A distribuição e veiculação dessa produção, tanto para a categoria quanto para a sociedade, é de responsabilidade dos Conselhos Regionais.

 

As campanhas do Dia do/a Assistente Social valorizam o trabalho da categoria e dialogam com a sociedade sobre o que o Serviço Social pode oferecer como profissão em defesa da efetivação dos direitos da população.

 

Esta seção reúne algumas destas campanhas. 

 

 


Dia do/a Assistente Social 2021

Há mais de 500 anos, sempre na linha de frente! Trabalho pela vida e resistência dos povos originários e comunidades tradicionais 

 

Card vermelho com traços e povos indígenas ao centro, sendo vacinados e uma assistente social. Slogan e texto de apoio acompanham.

 Peça 1: povos originários (Arte: Rafael Werkema/CFESS 2021)

Card verde com  traz no centro povos quilombolas, ciganos, agricultores, ribeirinhos e um assistente social negro, todos em meio a cidades e plantações.

Peça 2: comunidades tradicionais (Arte: Rafael Werkema/CFESS 2021)

 

O 15 de maio de 2021 conta com duas peças gráficas para homenagear e dar visibilidade ao trabalho de assistentes sociais com os povos indígenas e comunidades tradicionais em defesa da vida. 

 

No contexto da pandemia, de luta pela saúde pública e políticas sociais, é fundamental valorizar esses povos e a resistência secular dos sujeitos que fazem parte deles, inclusive assistentes sociais!

 

Ainda que hoje muitos destes povos estejam na “fila de prioridade” de vacinas contra a Covid-19, a crise sanitária aprofundou os problemas seculares enfrentados por eles: insuficiência de políticas sociais (como saúde, assistência social, educação), invasões de seus territórios e expulsão de suas terras (sempre com violência), despejos forçados e preconceito.

 

Por isso, o mote do 15 de maio, “Há mais de 500 anos, sempre na linha de frente”, vem reafirmar o Projeto ético-político profissional na defesa dos povos originários e tradicionais, reforçando a inserção da categoria na luta e resistência junto às comunidades indígenas, quilombolas, ciganas e muitos outros, que estão não só campo, mas também nas cidades.

 

Esta comunidades vêm sendo alijadas de direitos sociais, marginalizadas, expulsas de seus territórios, e mesmo assim, seguem resistindo, na linha de frente, lutando por suas vidas e pela valorização e preservação de sua história. 

 

Descrição das imagens: a peça 1 é vermelha, com traços e povos indígenas (mulheres, homens, pessoas idosas), em sua maioria de máscara, sendo vacinados. Uma mulher negra destacada ao centro representa uma assistente social. Slogan, texto de apoio e logos acompanham. A peça 2 é verde e traz no centro pessoas representando povos quilombolas, ciganos, agricultores, ribeirinhos e um assistente social negro, todos em meio a cidades e plantações. Slogan e texto de apoio acompanham.

 

 

Peças para download (em breve)

 

Faça download das peças, imprima e cole no seu trabalho, use nas redes sociais. Porque o 15 de maio, Dia do/a Assistente Social, é comemorativo, mas é também de valorizar e defender o trabalho da categoria!

 

CARD 1 - DIA AS 2021 (VERMELHO)

 

CARD 2 - DIA AS 2021 (VERDE)

 

 

Artes abertas (para uso dos Regionais)

 

Atenção: a permissão do uso da arte aberta se limita à adptação da mesma a diferentes materiais de divulgação dos CRESS. Não são permitidas mudanças que alterem o concieto visual e o conteúdo das peças, como alteração de cores, textos, ou qualquer coisa mudança. É obrigatório destacar os créditos. Consulte a assessoria de comunicação do CFESS sobre o uso e as formas de aplicação.

 

As peças abertas do Dia do/a Assistente Social 2021 estão disponibilizadas em formato PSD.

 

Arte quadrada Dia do/a Assistente Social 2021 - (Peça 1/Vermelha) 

 

Arte quadrada Dia do/a Assistente Social 2021 - (Peça 2/Verde) 

 

 


 

Dia do/a Assistente Social 2020

Trabalhamos em vários espaços, sempre com a população. Serviço Social: conheça e valorize essa profissão

 

A peça traz o texto 15 de maio, dia do/a assistente social. a ilustração mostra pessoas em sua diversidade (negras, brancas, cadeirantes) segurando cartazes com o slogan de valorização da categoria e da profissão

(arte: Rafael Werkema/CFESS)

 

Trabalhamos em vários espaços, sempre com a população. Serviço Social: conheça e valorize essa profissão. Esta é a chamada para as comemorações do Dia do/a Assistente Social 2020.

 

O tema ganha destaque neste contexto da pandemia da Covid-19, haja vista que a categoria vem sendo chamada (e até convocada) para prestar socorro à população. O serviço social é uma profissão regulamentada e em seu cotidiano de trabalho, assistentes sociais conhecem de perto as necessidades da população e o território em que as pessoas vivem.

 

A peça gráfica evidencia de que lado a categoria de assistentes sociais sempre esteve: o da classe trabalhadora. Ao mesmo tempo, reforça que é fundamental conhecer e, principalmente, valorizar o trabalho que assistentes sociais realizam no seu cotidiano.

 

Na ilustração é possível ver que a categoria está nos morros, favelas, nos campos, sempre junto com a população, em defesa dos direitos sociais.

 

Faça download das peças, imprima e cole no seu trabalho, use nas redes sociais. Porque o 15 de maio, Dia do/a Assistente Social, é comemorativo, mas é também de valorizar e defender o trabalho da categoria!

 

 

Artes abertas (para uso dos Regionais)

 

Atenção: a permissão do uso da arte aberta se limita à adptação da mesma a diferentes materiais de divulgação dos CRESS, sempre destacando a concepção visual final e os créditos

 

As peças abertas do Dia do/a Assistente Social 2020 estão disponibilizadas em formato AI.

 

 

 

 


 

Dia do/a Assistente Social 2019

Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro. A gente efrenta o racismo no cotidiano!

 

Peça de divulgação traz fotografias de três mulheres negras em comunidades que passam por situação extrema: desocupação à força e incêndio. As três mulheres foram registradas em situações cotidianas (tomando banho de mangueira, recebendo intimação de despejo, descendo as vielas de uma favela). O texto Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro, aparece como se o cartaz tivesse sido cortado ou rasgado, simbolizando a violência sofrida principalmente pela população pobre e negra. A imagem traz também a chamada A gente enfrenta o racismo no cotidiano, ao lado do selo com os dizeres 15 de maio, Dia do/a Assistente Social!

CFESS/2019 | Criação: Rafael Werkema/CFESS | Fotografias: Tânia Rego / Rovena Rosa / Fernando Frazão/Agência Brasil

 

A conjuntura exige, mais do que nunca, que a arte do Dia do/a Assistente Social 2019 tenha um tom de denúncia. Afinal, a população brasileira está vivendo um absoluto aprofundamento da desigualdade social, em que direitos sociais estão sendo ameaçados e retirados por meio de uma orientação neoliberal para as políticas públicas.

 

Por isso, o mote criativo da arte alusiva ao 15 de maio não poderia ser outro: “Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro”.

 

O texto, enxuto e direto, denuncia que são mulheres pobres e negras as que mais sofrem com a regressão de direitos, vide o projeto de ‘contrarreforma’ da previdência proposto pelo governo, e dialoga diretamente com a campanha de gestão (2017-2020), reafirmando o compromisso da categoria “Assistentes Sociais no Combate ao Racismo”.

 

Está em sintonia também com o Código de Ética, ao colocar o trabalho da categoria em defesa dos direitos de toda classe trabalhadora e denunciar todo tipo de opressão e exploração. As imagens são retratos de cenas reais de incêndios e desocupações em comunidades no Brasil.

 

Faça download das peças, imprima e cole no seu trabalho, use nas redes sociais. Porque o 15 de maio, Dia do/a Assistente Social, é comemorativo, mas é também de valorizar e defender o trabalho da categoria!

 

Faça download das peças

 

 

A versão para TV (vídeo de 15 segundos) é disponibilizada pela assessoria de comunicação, bem como o link do vídeo de 30 segundos em alta resolução!

 

 

Atenção: a permissão do uso da arte aberta se limita à adptação da mesma a diferentes materiais de divulgação dos CRESS, sempre destacando a concepção visual final e os créditos

 

Dicas para o uso: depois de adaptar a arte aberta ao formato desejado, você deve achatar a imagem e converter para o modo CMYK, mantendo as cores da identidade visual.

 

 

 


Dia do/a Assistente Social 2018

Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora. Em defesa dos direitos da população e do trabalho profissional com qualidade

 

Peça de divulgação traz imagens de mulheres negras diversas chamando para a luta, se manifestando e olhando diretamente para a foto. Há também um homem em um protesto. A cor é bem amarela, com traços vermelhos. Os dizeres espalhados pela peça são: Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora. 15 de maio, dia do/a Assistente Social. Em defesa dos direitos da população e do trabalho profissional com qualidade.Os créditos das imagens são Design: Rafael Werkema e Fotografias de Santiago Nunez (Fotolia), ARJ Images (Fotolia) e Tomaz Silva (agência Brasil/Fotospublicas)

CFESS/2018 - Design: Rafael Werkema / Fotografias: Santiago Nunez (Fotolia), ARJ Images (Fotolia) e Tomaz Silva (agência Brasil/Fotospublicas.com)   

 

O Dia do/a Assistente Social 2018 traz como mote central “Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora!”. A proposta é reforçar o alerta não só à categoria de assistentes sociais, mas a toda classe trabalhadora, de continuar resistindo e lutando contra o cenário de insistentes contrarreformas impostas pelo estado burguês que, para manter a elite no poder, se propõe a reduzir ao mínimo as políticas públicas e os direitos sociais. 

 

A peça gráfica chama a categoria e toda a classe trabalhadora para se reerguer e se aglutinar, para enfrentar este cenário de profundos ataques aos direitos sociais, além de dialogar diretamente com o Código de Ética do/a Assistente Social, principalmente com os princípios fundamentais que afirmam a escolha por um “projeto profissional vinculado ao processo de construção de uma nova ordem societária, sem dominação, exploração de classe, etnia e gênero”; a “articulação com os movimentos de outras categorias profissionais que partilhem com a luta geral dos/as trabalhadores/as”; e com o “compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população e com o aprimoramento intelectual, na perspectiva da competência profissional”.

 

Saiba mais sobre o Dia do/a Assistente Social 2018

 

Faça o download das peças

 

 

A versão para TV (vídeo de 15 segundos) é disponibilizada pela assessoria de comunicação, bem como o link do vídeo de 30 segundos em alta resolução!

 

 

Atenção: a permissão do uso da arte aberta se limita à adptação da mesma a diferentes materiais de divulgação dos CRESS, sempre destacando a concepção visual final e os créditos

 

Dicas para o uso: depois de adaptar a arte aberta ao formato desejado, você deve achatar a imagem e converter para o modo CMYK, mantendo as cores da identidade visual.

 

 


Dia do/a Assistente Social 2017

Na Luta de Classes não há Empate: assistente social, profissional em defesa das liberdades democráticas e dos direitos sociais"

 

Campanha do Dia do Assistente Social mostra uma mescla de imagens de manifestações, onde um policial agride com gás de pimenta e cassetete uma manifestante

(Arte: Rafael Werkema/CFESS | Fotos: Tomaz Silva e Tânia Rego - AB/Fotospublicas.com)

 

Com o mote “Na luta de classes não há empate”, a campanha do Dia do/a Assistente Social de 2017 destaca compromisso da categoria de assistentes sociais em defesa das liberdades democráticas e dos direitos sociais, ilustra a intensificação da violência e criminalização das lutas sociais, que têm sofrido cada vez mais com a repressão de um Estado que está a serviço do grande capital, e convoca a categoria a se voltar com maior força ao trabalho de base e continuar nas ruas, resistindo e lutando para não perder direitos já conquistados.

 

Saiba mais sobre a campanha.

 

Faça o download das peças

 

 


Dia do/a Assistente Social 2016

80 anos do Serviço Social: uma profissão inscrita no Brasil

 

Imagem mostra cartaz do Dia do/a Assistente Social 2016, que homenageia os 80 anos do Serviço Social. A peça gráfica traz duas fotografias: uma antiga, das primeiras assistentes sociais, na década de 30, e a segunda fotografia a manifestação de assistentes sociais em Brasília. A ideia é mostrar o passado e o presente da profissão e o quanto ela se transformou ao longo dos anos.

(Arte: Frisson/2016)

 

 

As comemorações do Dia do/a Assistente Social de 2016 debatem e homenageiam os 80 anos do Serviço Social no Brasil.

 

A campanha tem o intuito de valorizar a construção histórica desta profissão que se “inscreveu” na sociedade brasileira, reafirmando sua importância no cotidiano da classe trabalhadora, usuária da profissão, e também na luta, com outros sujeitos políticos, por outra sociabilidade.

 

O Serviço Social é uma profissão que foi capaz de se reinventar e se reconceituar, buscando romper com o conservadorismo do seu surgimento e com o tecnicismo do seu desenvolvimento. Uma profissão que reconstruiu seus referenciais teóricos e metodológicos, analisando a sociedade capitalista, a desigualdade e a violação de direitos dela decorrentes. Uma profissão que, impulsionada pelo movimento de redemocratização do país, reescreveu seu Código de Ética, adotando valores que foram se aperfeiçoando e se tornaram princípios que, hoje, almejam alcançar, no horizonte, um projeto societário sem exploração e dominação de classe. Uma profissão que vem se transformando, ao longo dos anos, para contribuir não só no combate à desigualdade, mas também na construção de uma sociedade justa e igualitária.

 

O material reúne duas imagens emblemáticas para a profissão: a primeira retrata as pioneiras do Serviço Social, na década de 1930, e a segunda mostra a manifestação de assistentes sociais em Brasília (DF). 

 

Faça o download das peças

 

 

Abaixo, o texto do Spot:

 

Spot começa com a sonoplastia de alguém datilografando que, aos poucos, vai se transformando no "barulho do teclado" do iPhone.

Som de manifestações.

Trilha

Locução masculina: Em 2016, o Serviço Social completa 80 anos no Brasil.

Locução feminina: A profissão tem uma história de transformações e lutas.

Locução masculina: O Serviço Social é capaz de se reescrever diariamente para combatera desigualdade social e a violação de direitos.

Locução feminina: Uma profissão que busca uma sociedade justa e igualitária.

Locução mista: Serviço Social, uma profissão inscrita no Brasil.

Locução mista: 15 de maio, Dia do Assistente Social. Conselho Federal e Conselho Regional de Serviço Social.

 

Vídeo do Dia do/a Assistente Social 2016

 

 


 

Dia do/a Assistente Social 2015

Assistente Social: profissional de luta, profissional presente

 

Cartaz mostra assistentes sociais atendendo a população usuária de serviço social e os dizeres Assistente Social: profissional de luta, profissional presente! Pelas políticas públicas, pelos direitos humanos

 

Arte: Márcia Carnaval/Foto: Rafael Reigoto

 

O tema de 2015 do Dia do/a Assistente Social vem valorizar a categoria profissional e destacar seu trabalho na defesa das políticas públicas e na luta por direitos humanos.

 

A escolha se deu por alguns motivos. Primeiramente porque em 2016 o Serviço Social no Brasil completará 80 anos e, nesse sentido, o Conjunto CFESS-CRESS tem trabalhado com temáticas que mostram o papel social da profissão e que dão visibilidade ao trabalho de assistentes sociais. Em segundo lugar, falar das atribuições e competências da categoria e da defesa das políticas públicas, tema este aprovado no Encontro Nacional CFESS-CRESS de 2014, significa dizer o que a população usuária do serviço social pode e deve esperar dessa categoria profissional.

 

Nesse sentido, a campanha procura dialogar diretamente com a sociedade, destacando a intervenção desta categoria profissional, cada vez mais requisitada, seja no atendimento à população ou na formulação e execução de políticas públicas que possibilitam o acesso aos direitos, como saúde, educação, lazer, moradia etc.

 

Por esse motivo, as peças gráficas têm a intenção de valorizar o trabalho de assistentes sociais em diferentes espaços sócio-ocupacionais, destacando sua atuação junto à população usuária do Serviço Social. As fotos dos cartazes retratam assistentes sociais em situações reais de atendimento à população, sejam em campo, sejam em espaços internos de trabalho. 

 
Faça o download das peças
 
 
Abaixo, o texto do spot:
 
Spot Dia do/a Assistente Social 

 

Trilha: Instrumental, leve.

Efeitos: pessoas conversando, manifestações etc.

 

Locução feminina:

 

Sou assistente social! Trabalho no atendimento à população, para que tenha acesso a políticas públicas, como saúde, educação, lazer e moradia.

 

Locução masculina:

 

Sou assistente social e luto pelos direitos humanos para todas as pessoas!

 

Locução em dupla:

 

Somos assistentes sociais, profissionais presentes na vida da população, e 15 de maio é o nosso dia!

 

Uma homenagem do Conselho Federal e do Conselho Regional de Serviço Social.

 

Saiba mais em www.cfess.org.br

 
 
 
 

Dia do/a Assistente Social 2014

Na Copa, comemorar o quê?

 

Imagem mostra trabalhador em transporte coletivo lotado e os dizeres: na copa, comemorar o quê? nosso grito é por transporte público de qualidade

Arte: Rafael Werkema/Foto: Bruno Costa e Silva

 

“Na Copa, comemorar o quê?”. Foi com este mote criativo e provocativo que o Conjunto CFESS-CRESS apresentou o material alusivo ao Dia do/a Assistente Social 2014. A campanha foi elaborada a partir da temática “Serviço social na defesa do direito à cidade no contexto dos megaeventos”.

 
O material serviu não só alerta que não havia nada para se comemorar com a Copa, mas também reafirmou a necessidade urgente de três direitos garantidos pela Constituição Federal de 1988, e que não são priorizados pelo poder público: saúde, transporte e moradia.
 
Saiba mais sobre a campanha
 
Faça o download das peças
 
 
 

 

Em breve, outras campanhas anteriores estarão disponíveis