Acessibilidade      A+  A-      Botão Contrate    Botão libras  Botão Voz

NOSSO LUTO,

NOSSA LUTA!

Memorial dedicado à vida de cada assistente social vítima do coronavírus

O Conjunto CFESS-CRESS (Conselho Federal e Conselhos Regionais de Serviço Social) e a Abepss (Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social) registram, com pesar e consternação, o falecimento de assistentes sociais, várias/os em decorrência do exercício profissional, no contexto de pandemia e combate ao novo Coronavírus (Covid-19) no Brasil.

Muitas/os são profissionais que, atuando na linha de frente, cumprindo seu dever profissional nas diferentes regiões do país, tiveram suas vidas ceifadas; a maioria mulheres, trabalhando sem condições de trabalho, algumas/alguns dedicadas/os a estudos e pesquisas de pós-graduação.

Com muito compromisso, realizaram seu trabalho cotidiano com engajamento ético-político. O legado dessas colegas se inscreve na construção e consolidação da direção social da profissão e merece nosso reconhecimento e respeito.

Exercendo um trabalho muitas vezes anônimo, invisível para o capital, mas reconhecido e necessário para a população usuária, estas mortes gritam e denunciam a omissão do Estado brasileiro quanto à falta de recursos das instituições, de equipamentos de proteção individual (EPIs), extenuantes jornadas de trabalho, com equipes reduzidas, muitas vezes submetidos/as ao assédio moral.

Por essas memórias e por nossas vidas, seguiremos fazendo a defesa de condições éticas e técnicas de trabalho, denunciando a violação de direitos no exercício profissional e a falta de garantias de sobrevivência de toda a classe trabalhadora.

Como entidades representativas da profissão, manifestamos nossa solidariedade às famílias e amigas/os, reconhecendo que o trabalho desenvolvido deixa sua marca para a sociedade e para o Serviço Social brasileiro.

Manifestamos também nossa solidariedade política à Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social (Enesso) e nosso pesar pela perda de estudantes de Serviço Social, cuja formação e compromisso com uma educação pública, de qualidade, crítica, laica tanto nos desafia e nos encoraja a seguir na luta por este horizonte.

Este é o sentido deste memorial. Para homenagear cada assistente social vítima do descaso do Estado brasileiro. Que este seja um espaço de luto e de luta. De memória e resistência.

Seguimos fazendo a defesa de condições éticas e técnicas de trabalho, denunciando a violação de direitos no exercício profissional e a falta de garantias de sobrevivência de toda a classe trabalhadora.

Nosso luto é nossa luta!

Nenhuma vida a menos!

(...) O tempo escorre pela ampulheta.
É ele o contador da história que construímos.
O tempo que cura saudades,
que em mais-valia capitalista
explora cada trabalhador/a na sua labuta.
O tempo é também contradição,
que prepara a luta, tece a resistência (...)
(Andréa Lima)

Aldévila Silva Campineiro
Assistente social de Belém (PA)

Alexandra Rodrigues de Figueiredo
Assistente social de João Pessoa (PB). Trabalhava na área da saúde, no Hospital São Lourenço. 

Ana Maria da Rocha Gonçalves Dias
Assistente social de VValparaíso (GO). Trabalhava na Política de Assistência Social, na execução do Programa Bolsa Família. 

Cassiana Santos Madeira
Assistente Social de Oriximiná (PA)

Cleiber Silva Alves
Assistente Social de Cáceres (MT). Trabalhava na área da saúde e foi liderança reconhecida no Movimento de Promoção da Igualdade Racial. 

Denise Teixeira da Rocha
Assistente social do Rio de Janeiro (RJ). Foi diretora do Cras Nelson Mandela.

Edilvane Ferreira de Jesus
Assistente social de Cuiabá (MT). Trabalhou no Juizado da Infância e Juventude de Cuiabá e atuava no Centro Municipal Educacional Infantil (CMEI) José de Mendonça em Várzea Grande.

Elisângela Silva da Conceição
Assistente Social de Açailândia (MA). Atuou no Conselho Municipal da Mulher.

Francisca Romana Souza Chaves
Assistente Social de Palmas (TO). Atuou na Secretaria Municipal de Saúde.

Gabriela Santos Silva
Assistente social do Rio de Janeiro (RJ). Atuou na Secretaria de Estado de
Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Horrana Campos erreira Louzada
Assistente social de Itaboraí (RJ). Atuou no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior.

Iêda Ludovina Castro
Assistente social de Belém (PA). Atuou Fundação Papa João 23. Militante e defensora dos
direitos humanos.

Ieda Misael da Silva Machado
Assistente social da Barra de São Francisco (ES). Atuou na Secretaria Municipal de Assistência Social de Águia Branca (ES).

Iná Corrêa de Meireles
Assistente social de Ipatinga (MG). Servidora pública, integrava a equipe de Serviço Social do Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM).

Inês Soethe Marcos
Assistente social de Belém (PA)

Isabel Romano Bertolassi
Assistente social de São Paulo (SP). Atuou da Fundação Casa em Guarujá.

Iza Castro
Assistente social de Maceió (AL). Foi diretora do Hospital Memorial Djacy Barbosa.

Joyce Rodrigues
Bacharel em Serviço Social de João Pessoa (PB).

Laudiceia Pinto de Carvalho
Assistente social de São Paulo (SP). Trabalhava no Serviço de Acolhimento Institucional do bairro de Pirituba.

Lúcia Braga
Assistente Social de João Pessoa (PB). Foi a primeira mulher deputada federal do estado e
atuou na assistência social.

Márcia Helena de Souza Silva
Assistente Social de São Paulo (SP). Atuou no CRT/Aids.

(...) Saudades dos que ficaram na história
Dos que se ergueram diante do último tiro
Pelos que derramaram quimeras vermelhas
É tempo de recontar, de se armar, de conhecer
E se preparar para entrar na história das emancipações (...).
(Daniela Castilho)

Maize Sales de Moraes
Assistente Social de Cuiabá (MT). Atuou no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município de Jangada e na Associação Matogrossense dos Transportes Urbanos, em Cuiabá.

Maria do Socorro Freire
Assistente Social de Natal (RN). Foi professora de Serviço Social da UFRN.

Maria Luiza da Rocha Gomes
Assistente Social de Goiânia (GO). Servidora pública federal aposentada, atuou no Ministério da Saúde.

Maria Nilce Ferreira da Silva
Assistente Social de Manaus (AM). Assistente social aposentada pela Funasa, foi presidenta do CRESS-AM (2014-2017).

Marisa Fontes Rodrigues
Assistente Social de São Paulo (SP). Atuou na área da saúde em Santos.

Miria Campos Lavor
Assistente Social de Fortaleza (CE). Atuou na saúde pública do estado.

Mírian Peres de Moura
Assistente Social do Rio de Janeiro (RJ). Atuou no Núcleo de Estudos da Saúde do
Adolescente (NESA) HUPE/UERJ e doutoranda do Programa de Pós-Graduação da UFRJ.

Mylena Cristina Azevedo de Souza Alcântara
Bacharel em Serviço Social em Manaus (AM). Era mestranda em Serviço Social e Sustentabilidade da Amazônia na Universidade Federal do Amazonas.

Nilse Pereira Arantes
Assistente social de Piumhi (MG). Atuou na Política de Assistência Social do município (Cras, Creas, Acolhimento Institucional - Lar São Francisco de Assis) e trabalhava no Projeto Abrindo Caminhos.

Odália Lima Borges
Assistente Social em Belém (PA). Atuou no CRAS Outeiro e foi conselheira do CRESS-PA na
gestão 2014-2017.

Quezia Leite Batista
Assistente Social de João Pessoa (PB). Atuou na Secretaria de Estado da Saúde.

Raimunda Gracinete Assunção Espíndola
Assistente Social de Macapá (AP)

Raimunda Pinheiro Coe
Assistente Social de Fortaleza (CE). Trabalhou no Hospital Distrital de Parangaba e na
Secretaria Municipal de Habitação de Fortaleza.

Raquel Moraes
Assistente Social de Rio Branco (AC). Trabalhou no Instituto de Medidas Socioeducativas de Rio Branco.

Robson Teixeira Cordeiro
Assistente Social de Tanguá (RJ).

Ronald Lima Pamplona
Assistente Social de Belém (PA)

Rosângela Camargo Nascimento
Assistente Social de Cuiabá (MT). Atuou na Política de Assistência Social. Foi servidora do estado por mais de 20 anos.

Suely Medeiros
Assistente Social de Parnamirim (RN). Atuou na Política de Saúde.

Sílvia Antônia Nery dos Santos
Assistente Social de Goiânia (GO). Trabalhava no atendimento de crianças e adolescentes vítimas de abandono, maus-tratos e violência em geral, por meio da secretaria de Assistência Social do município. 

Zilta Nogueira
Assistente Social de Maceió (AL). Foi professora de Serviço Social da UFAL.

Caso conheça algum/a assistente social vítima do coronavírus que não esteja neste memorial, informe-nos enviando um e-mail com o nome completo do/a profissional, local de trabalho, cidade, estado e data do falecimento.

comunicacao@cfess.org.br
EXPEDIENTE

Pelo CFESS
Elizabeth Borges, Emilly Tenorio e Lylia Rojas

Pela ABEPSS
Andrea Pacheco de Mesquita, Cleonilda Sabaini
Thomazine Dallago e Esther Luíza de Souza
Lemos