Sabado, 15 de Outubro de 2016.
Arte de Arthur Bispo no Serviço Social emociona participantes do 45º Encontro Nacional
Evento debate eixos temáticos e Política de Enfrentamento à Inadimplência
Carregando...

Imagem da mesa com a conselheira do CFESS Sandra Teixeira e a assistente social da Fiocruz/RJ Conceição RobainaConselheira do CFESS Sandra Teixeira e a assistente social da Fiocruz/RJ Conceição Robaina falam, respectivamente, sobre a aplicação da arte de Arthur Bispo no Serviço Social e a trajetória do artista (foto: Diogo Adjuto/CFESS) 

 

Arthur Bispo do Rosário nasceu em Sergipe em 1909. Foi marinheiro, borracheiro e boxeador. Um dia, começou a ouvir vozes, foi até o Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro, onde solenemente anunciou aos monges: “Sou o enviado de Deus, encarregado de julgar os vivos e os mortos”. Enviado a um manicômio, recebeu o diagnóstico de “esquizofrenia paranóide” e foi internado na Colônia Juliano Moreira (RJ). A assistente social da Fiocruz/RJ Conceição Robaina era técnica de referência na Colônia nesta época e contou um pouco de sua atuação junto ao artista, cuja obra serve de inspiração para uma serie de materiais do Serviço Social brasileiro.

 

Foi dessa maneira que começaram as atividades do segundo dia do 45º Encontro Nacional CFESS-CRESS, que ocorre em Cuiabá até este domingo (16/10). A conselheira do CFESS Sandra Teixeira apresentou algumas aplicações da obra Fundos Murrado, de Bispo do Rosário, em produções do Serviço Social. “Uma das inspirações baseadas na arte do artista está na capa do Código de Ética da categoria. Arthur Bispo do Rosário é uma figura lendária e representa, para o Serviço Social, cada usuário/a das políticas e serviços sociais”, afirmou a conselheira.

 

Conceição Robaina destacou que “toda a história de vida dele, a família do artista, passam a ser a historia que ele escolhe, a partir de um dado momento de sua vida. Parte dessas informações vem de investigação, de prontuário da história dele,  realizada por pesquisadores/as e muito nos emociona”.

 

Imagem do momento de apresentação da arte de Bispo do Rosário nos materiais do Serviço SocialO Código de Ética do/a Assistente Social traz uma aplicação da arte de Bispo do Rosário. Público conferiu apresentação sobre a vida e história do artista (foto: Diogo Adjuto/CFESS)

 

Ainda nesse momento, a conselheira do CFESS Sandra Teixeira explicou aos/às participantes o processo de Recadastramento Nacional Obrigatório de Assistentes Sociais, que terá início ainda em 2016. O novo documento de identidade profissional (DIP), que poderá ser solicitado em breve pela categoria, traz a mais nova aplicação da arte de Bispo. “Nosso objetivo de fortalecer a identidade profissional é não só no sentido de que assistentes sociais possam ter a opção de acessar um novo documento, como também para que possamos atualizar os dados da categoria em todo o Brasil, conhecer as atividades desempenhadas pela categoria e fortalecer nossas ações na defesa dos direitos e das condições de trabalho dos/as assistentes sociais”, explicou a conselheira.

 

Nova metodologia

Ainda na manhã de sexta-feira, o presidente do CFESS, Maurílio Matos, fez uma exposição sobre a metodologia do encontro, tratando dos aspectos específicos da etapa de 2016, de avaliação das deliberações. A parte da tarde teve início com os primeiros eixos temáticos do Encontro Nacional: administrativo-financeiro e fiscalização profissional.

 

As atividades prosseguiram durante a noite, com a Plenária para Aprovação da Política Nacional de Enfrentamento à Inadimplência. A vice-presidente do CFESS, Esther Lemos e a conselheira do CRESS-SP, Kelly Melatti, apresentaram o documento construído pelo grupo de trabalho nacional e a minuta de resolução do CFESS, que regulamenta a Política Nacional.

 

Presidente do CFESS, Maurilio Matos, fala sobre a metodologia do eventoO presidente do CFESS, Maurilio Matos, explica sobre a metodologia do evento (foto: Diogo Adjuto/CFESS)

 

“Esse documento, que irá balizar as ações educativas e estratégicas de enfrentamento da inadimplência nos CRESS, foi construído com base no levantamento e sistematização das regulamentações relacionadas à inadimplência junto aos Regionais e certamente será fundamental para o fortalecimento de nossas entidades e da categoria”, avaliou Esther Lemos.

 

O 45º Encontro Nacional CFESS-CRESS segue até este domingo e define o planejamento de ações das entidades para o próximo ano, bem como as prioridades para o Conjunto CFESS-CRESS. O dia de sábado (15/10) foi preenchido com os debates dos eixos temáticos da comunicação, da formação e relações internacionais, da seguridade social e da ética e direitos humanos. 

 

Imagem de um dos eixos temáticos durante o Encontro NacionalConselheira do CFESS Daniela Neves (centro) debate em um dos eixos temáticos do Encontro Nacional CFESS-CRESS (foto: Diogo Adjuto/CFESS) 

 

Confira a cobertura completa do Encontro Nacional CFESS-CRESS em Cuiabá:

 

Começa o 45º Encontro Nacional do Conjunto CFESS-CRESS

 

 

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS

Gestão Tecendo na luta a manhã desejada - 2014/2017
Comissão de Comunicação
Diogo Adjuto - JP/DF 7823

Rafael Werkema - JP/MG 11732
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br

Quem somos
Autarquia pública federal que tem a atribuição de orientar, disciplinar, normatizar, fiscalizar e defender o exercício profissional do/a assistente social no Brasil, em conjunto com os Conselhos Regionais de Serviço Social (Cress).
Cadastre-se
E receba por e-mail nosso CFESS Informa, informativo eletrônico com as principais notícias sobre o Serviço Social brasileiro
Conecte-se
O CFESS também esta nas redes sociais
Endereço
Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
SCS Quadra 2 Bloco C Ed. Serra Dourada - Salas 312/318
CEP: 70300-902 - Brasília - DF
Tel: (61) 3223-1652
Tel: (61) 3223-2420
Funcionamento: de segunda a sexta de 12h às 18h. Dúvidas e sugestões pelo Fale Conosco.