Acessibilidade       A+  A-          Botão Libras  Botão Voz          
O que você procura?
Sexta, 15 de Março de 2013.

CNAS aprova Política Nacional de Educação Permanente do SUAS
CFESS participou do debate para construção do documento

Conselheira do CFESS Esther Lemos (esq.) representou o FNTSUAS (fotos: CFESS)

No dia em que o Conjunto CFESS-CRESS comemorou os 20 anos do Código de Ética do/a Assistente Social, em 13 de março, o Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), aprovou a Política Nacional de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), durante sua 209ª Reunião Ordinária.

O documento aprovado é fruto de um processo coletivo e teve como marco a Oficina Nacional sobre o tema, promovida pelo CNAS no dia 25 de abril de 2012, em Brasília (DF). A partir das contribuições de diversas entidades, como instituições de ensino superior; conselhos de classe bem como o Fórum Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras do SUAS (FNTSUAS), foi constituído um Grupo de Trabalho, através da Resolução CNAS n. 19/2012, para sistematizar as contribuições e propor o texto da Política.

Representando o FNTSUAS, a conselheira do CFESS Esther Lemos participou do GT e explicou que o processo avançou para uma ampla e atualizada concepção de Educação Permanente, tendo como público alvo “os trabalhadores do SUAS com ensino fundamental, médio e superior, que atuam na rede socioassistencial governamental e não governamental, assim como aos gestores e agentes de controle social no exercício de suas competências e responsabilidades” (PNEP/SUAS).

“A aprovação da Política foi emocionante, um marco histórico, reconhecido pelos/as conselheiros/as que votaram a matéria, fruto de deliberação das Conferências  de Assistência Social em todos os âmbitos. É também diretriz para os entes federados, com a qual partimos para sua implementação, sendo necessário o envolvimento de todos/as, na direção apontada pela nova PNEP/SUAS. Este é mais um instrumento central na qualificação do trabalho dos/das assistentes sociais no SUAS”, afirmou a conselheira Esther Lemos.


Conselheiros/as do CNAS aprovaram o documento no último dia 13

A política aprovada foi também adequada à nova Norma Operacional Básica (NOBSUAS 2012), aprovada em dezembro. O documento abrange o debate realizado nas conferências de assistência social sobre a atuação e valorização dos/as trabalhadores/as e um balanço das iniciativas de formação e capacitação já ofertada no âmbito da Assistência Social.

Além disso, a perspectiva político-pedagógica do documento é estruturada por meio de alguns eixos: a centralidade dos processos de trabalho e das práticas profissionais; o princípio da interdisciplinaridade; o princípio da aprendizagem significativa; o princípio da historicidade; o desenvolvimento de capacidades e competências requeridas pelo SUAS. Os percursos formativos, as atividades de formação e capacitação, a certificação e a configuração organizacional da política nacional, bem como a responsabilidade dos entes federados, a criação dos Núcleos de Educação Permanente e o monitoramento e a avaliação compõem também a Política Nacional de Educação Permanente do SUAS.

Em breve o texto da Política estará disponível aqui no site do CFESS, após ser publicada pelo CNAS.

Curta o CFESS no Facebook e siga-nos no Twitter
No Facebook: http://www.facebook.com/CfessOficial
No Twitter: https://twitter.com/#!/CfessOficial
No Youtube: http://www.youtube.com/user/CFESSvideos

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
Gestão Tempo de Luta e Resistência – 2011/2014
Comissão de Comunicação

Diogo Adjuto - JP/DF 7823
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br