Quinta, 21 de Junho de 2012.
Saúde em pauta na agenda do Conselho Federal
CFESS participa de Congressos com temáticas da área
Carregando...

Mesa de abertura do Congresso de Saúde Mental (foto: CFESS)

A gestão do CFESS Tempo de Luta e Resistência (2011-2014) segue em ritmo de muito trabalho, com atuação em uma série de frente de lutas que compõem a agenda política do Conjunto CFESS-CRESS. Foi nesse sentido que o CFESS participou do III Congresso Brasileiro de Saúde Mental, em Fortaleza (CE), nos dias 7, 8 e 9 de junho e do XXVIII Congresso do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e IX Congresso Brasileiro de Cultura de Paz e Não Violência, de 11 a 14 de junho, em Maceió (AL).

Com quase 7 mil inscritos/as, o Congresso de Saúde Mental contou com participantes de todos os estados brasileiros e  convidados/as internacionais. O evento se estruturou em atividades científicas e culturais, divididas em mesas de palestras, com espaço para perguntas e debates. O tema central do congresso em 2012 foi "Aperreios e Doidices: saúde mental como diversidade, subjetividade e luta política".

O CFESS, representado pela conselheira Ramona Carlos, compôs uma das mesas, com o tema "Saúde Pública no Brasil: o público versus o privado", da qual participaram Ligia Bahia, representando a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) e Ana Maria Costa, presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES). A fala do Conselho Federal abordou as questões relacionadas ao cenário atual da Saúde, que privilegia as informações que apontam os limites do Sistema Único de Saúde (SUS), destacando um processo de desmonte, indicando os problemas de gestão da Saúde. Neste contexto, a conselheira exemplificou as propostas de novas formas de gestão, que de fato representam a privatização da saúde pública no Brasil, via de regra, com o repasse de recursos públicos para o setor privado.

Segundo a conselheira do CFESS, a participação no evento foi fundamental para fortalecer o debate e a agenda da Frente Nacional contra a Privatização do SUS, que põe na ordem do dia a discussão sobre o modelo assistencial, com garantia da universalidade, da qualidade no atendimento, que prioriza a atenção básica, a gestão e o financiamento público da rede pública estatal  de saúde, e que valorize o trabalhador da saúde, com efetivo controle social. "Além desses elementos, é importante destacar o momento como uma oportunidade para buscar uma maior articulação com a temática da política nacional sobre drogas, pauta que envolve a Frente Nacional sobre Drogas e Direitos Humanos (FNDDH), da qual o CFESS é um dos coordenadores", destacou.

Protesto durante o congresso do CONASEMS
A conselheira Ramona Carlos também representou o CFESS no XXVIII Congresso do CONASEMS e IX  Congresso Brasileiro de Cultura de Paz e Não-Violência. O evento contou com mais de 4 mil participantes, entre gestores/as, técnicos/as, usuários/as e pesquisadores/as do SUS, para debater e mapear os desafios em torno da sustentabilidade do SUS, como a adesão, pela população no município, a um sistema de saúde regional, com acesso à atenção integral.

Com o tema "Sustentabilidade do SUS", o congresso foi realizado por meio de oficinas, seminários, cursos, lançamentos de publicações, painéis, abordando diversos temas ligados à saúde pública e às políticas de saúde, ao SUS ,e principalmente, à gestão municipal de saúde.
Ramona Carlos ressaltou a importante participação do Serviço Social na relatoria do evento, com a coordenação da assistente social da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Sueli do Nascimento. O congresso também contou com a participação de conselheiras do CRESS –AL.


Grupo protesta contra a privatização do SUS durante abertura do evento (foto: CFESS)

Durante a abertura do evento, um grupo de participantes realizou um ato público de protesto contra a privatização do SUS e pelo fortalecimento do Sistema de forma gratuita, pública e com qualidade, surpreendendo os/as participantes e as autoridades que eram chamadas, quebrando a formalidade, com a palavra de ordem "O Sus é nosso, ninguém tira da gente".

Para a conselheira do CFESS, um dos resultados do congresso foi acompanhar as discussões hoje constantes na agenda dos gestores da saúde pública brasileira, em que o debate traz elementos que repensam o modelo do SUS, em muitos aspectos apontando retrocessos frente aos princípios defendidos pela Reforma Sanitária no Brasil. "É preciso fortalecer a luta por um sistema de saúde universal, público, estatal e de qualidade, sob pena de se perderem importantes conquistas históricas dos movimentos sociais, que fundamentaram a estruturação de uma política pública como um direito de cidadania", completou Ramona.

Ao final do evento, foi aprovada uma carta, com a síntese política das discussões, denominada Carta de Maceió.

Leia também:

O SUS é de todos/as!

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
Gestão Tempo de Luta e Resistência – 2011/2014
Comissão de Comunicação

Diogo Adjuto - JP/DF 7823
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br


Quem somos
Autarquia pública federal que tem a atribuição de orientar, disciplinar, normatizar, fiscalizar e defender o exercício profissional do/a assistente social no Brasil, em conjunto com os Conselhos Regionais de Serviço Social (Cress).
Cadastre-se
E receba por e-mail nosso CFESS Informa, informativo eletrônico com as principais notícias sobre o Serviço Social brasileiro
Conecte-se
O CFESS também esta nas redes sociais
Endereço
Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
SCS Quadra 2 Bloco C Ed. Serra Dourada - Salas 312/318
CEP: 70300-902 - Brasília - DF
Tel: (61) 3223-1652
Tel: (61) 3223-2420
Funcionamento: de segunda a sexta de 12h às 18h. Dúvidas e sugestões pelo Fale Conosco.