Acessibilidade       A+  A-          Botão libras  Botão Voz          
O que você procura?
Sexta, 11 de Dezembro de 2020.

Assistente social defende o Sistema Único de Saúde (SUS) público, 100% estatal e universal!
CFESS integra a Frente contra a Privatização da Saúde, que completa 10 anos com live cultural

Card com mão em punho na cor vermelha e desenho de flores e um coração humano, de divulgação da live da Frente contra a Privatização da Saúde.Arte: Divulgação/Frente Nacional contra a Privatização da Saúde

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) deixou ainda mais nítido para a população brasileira o quanto o Sistema Único de Saúde (SUS) é fundamental para o país. Não é à toa que o Serviço Social vem participando de articulações e movimentos em defesa da saúde pública há tantas décadas. Hoje, um desses movimentos, na luta com o Conjunto CFESS-CRESS, completa 10 anos de atuação pelo fortalecimento do SUS público, 100% estatal e universal: é a Frente Nacional contra a Privatização da Saúde. Para comemorar, vai ter live cultural nesta sexta-feira, dia 11 de dezembro, às 19h30.

A transmissão ocorrerá pelos canais do Youtube e do Facebook da Frente Nacional. Mas além da live cultural, sabe por que é importante que assistentes sociais estejam na luta em defesa do SUS?

 

A saúde articula as necessidades da população resultantes das suas condições de vida e trabalho, bem como é uma política que emprega grande número de assistentes sociais, atuando no enfrentamento da pandemia. Além disso, ela compõe o conjunto da Seguridade Social em sentido amplo, juntamente com a assistência social, e a previdência, a educação, entre outras. Neste sistema, a ausência de um direito interfere diretamente nos demais.

“A Frente Nacional surge da união de frentes regionais que, em 2010, somaram esforços na luta contra a implantação das organizações sociais (OS) na política pública de saúde. Com o apoio do CFESS, do Conselho Nacional de Saúde, demos início a este movimento, pautado pelos princípios da Reforma Sanitária. Hoje, comemoramos uma história de luta e resistência, e convidamos para a live cultural, para reafirmar nossa disposição nesta direção”, destaca a integrante da Frente Nacional, assistente social e professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Maria Inês Bravo.

 

Serviço Social integra a Frente Nacional

O CFESS e diversos CRESS compõe a Frente Nacional, pois defendem o direito à saúde pública gratuita e de qualidade e entendem que esta política pública e o SUS estão sob constante ataque, com o avanço de propostas que os privatizam, como a entrega da gestão dos hospitais e postos de saúde às Organizações Sociais (OS), Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), Fundações Estatais de Direito Privado, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), medidas que resultam em perda de direitos da classe trabalhadora e precarização do atendimento à população.

 

Além disso, explica a coordenadora da Comissão de Seguridade Social do CFESS, Elaine Pelaez, recentes propostas do governo, para intensificação da participação do setor privado na saúde, têm sido observadas nas políticas de saúde mental, com a tentativa de revisão da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) e fortalecimento de Comunidades Terapêuticas. Também na Atenção Básica, com o Decreto 10.530/2020, revogado após forte pressão popular e posicionamentos do Conselho Nacional de Saúde (saiba mais aqui). A Frente Nacional contra a Privatização da Saúde e o CFESS se posicionam contra tais medidas e refirmam a defesa de suas Bandeiras de Luta nesta conjuntura.

 

A conselheira do CFESS Elaine Pelaez enfatiza ainda a importância da saúde pública 100% estatal para todas as pessoas. “Defender o SUS significa defender a democracia, além de ações e serviços de saúde e um conjunto amplo de direitos sociais para toda a população. Mais de 75% das pessoas que vivem no Brasil vivenciam o direito à saúde, utilizando o SUS como a única opção de assistência à saúde”, ressalta.

Por isso, completa Elaine, “convidamos a categoria a participar da live cultural, com artistas de diversas regiões do Brasil, e se somar à luta da Frente Nacional pela saúde pública, 100% estatal e universal”.


Live cultural da Frente Nacional contra a Privatização da Saúde

quando: sexta-feira, 11 de dezembro

onde: no Youtube, clicando aqui
           no Facebook, clicando aqui

 

Horário: a partir das 19h30 (horário de Brasília) 
 

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS

Gestão Melhor ir à luta com raça e classe em defesa do Serviço Social - 2020/2023
Comissão de Comunicação
Diogo Adjuto - JP/DF 7823
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br