Acessibilidade       A+  A-          Botão libras  Botão Voz          
O que você procura?
Sexta, 01 de Maio de 2020.

Nosso luto, nossa luta! 1º de maio, Dia Mundial das/os Trabalhadoras/es
CFESS Manifesta faz homenagem às assistentes sociais e aos/às trabalhadores/as mortos/as pelo Coronavirus e pelo descaso do Estado brasileiro

Imagem mostra fita preta simbolizando luto e um punho cerrado com luvas, representando a luta da classe trabalhadora. Abaixo, o nome das assistentes sociais mortas pelo Coronavirus (Arte: Rafael Werkema/CFESS)

 

Neste 1º de maio, Dia Mundial das/os Trabalhadoras/es, o CFESS lança um manifesto em homenagem às assistentes sociais Francisca Romana Souza Chaves (TO), Quezia Leite Batista (PB), Denise Rocha (RJ) e Raimunda Espíndola (AP) e a todos/as os/as trabalhadores/as brasileiros/as mortos/as pelo novo coronavírus e pelo descaso do Estado Brasileiro!

 
O documento também repudia as declarações do Presidente da República sobre essas mortes. As recentes falas do governo Bolsonaro demonstram a banalização da vida da população brasileira e tornam a pandemia um explícito genocídio de trabalhadores/as no país!
 
"No contexto do enfrentamento à pandemia, e depois dele, esperamos regulação universal dos leitos, que inclua os existentes na rede privada, muitos deles historicamente subsidiados pelo SUS. Saúde não é mercadoria! Esperamos que sejam ofertados EPIs, insumos para atendimento e contratação de profissionais em número suficiente para atender à grande procura pelas unidades de saúde. Esperamos condições de trabalho adequadas; salários pagos sem cortes; manutenção dos empregos; saúde pública para todos/as", diz trecho do manifesto.
 
Leia o CFESS Manifesta do 1º de maio   

 

 

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS
Gestão É de batalhas que se vive a vida - 2017/2020
Comissão de Comunicação
Rafael Werkema - JP-MG 11732
Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br