Acessibilidade       A+  A-          Botão Libras  Botão Voz          
O que você procura?
Domingo, 01 de Maio de 2016.

Meu maio... Nossas lutas... Resistir é preciso!
CFESS Manifesta aborda os desafios da organização política da classe trabalhadora

Imagem mostra maremoto de sangue e mãos representando a classe trabalhadora, resistindo ao turbilhãoArte: Rafael Werkema/CFESS

 

“Queremos reiterar a importância de ouvirmos as lições da história e destacar a necessidade urgente de nos reconstruirmos como campo da esquerda, fortalecendo estratégias renovadas de diálogo com a base social da classe trabalhadora. Se há algo transparente nestes últimos tempos, é que a saída da direita, no processo de restauração da crise do capital, sempre foi intensificar suas taxas de lucro, com fundamento na superexploração dos/as trabalhadores/as, com ataque avassalador sobre os direitos conquistados”. Este é o tom do CFESS Manifesta deste 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador e Trabalhadora, que aborda os desafios da organização política da classe trabalhadora.

 

O documento reúne dados sobre a exploração e outros ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo nos últimos anos, além de fazer um alerta sobre as ameaças à categoria. “Cada vez mais estas condições nos atingem como trabalhadores/as. Está na nossa precária condição salarial, nos contratos flexíveis e temporários, na ausência das condições éticas e técnicas de trabalho, nas expressões de assédio moral, nos conflitos entre as equipes e a escassez da solidariedade de classes, nas alterações de nossa identidade no campo organizacional, no desrespeito ao direito conquistado da jornada de trabalho semanal de 30 horas sem redução salarial”, diz trecho do documento. 

 

Leia o CFESS Manifesta do 1º de Maio

 

 

Conselho Federal de Serviço Social - CFESS

Gestão Tecendo na luta a manhã desejada – 2014/2017
Comissão de Comunicação

Rafael Werkema - JP/MG 11732

Assessoria de Comunicação
comunicacao@cfess.org.br